Entrevista da Revista Life do Diário de Notícias a Investigador do CICANT

“AS REDES SOCIAIS ESTÃO A MUDAR O NOSSO CÉREBRO?”

Para compreender como tudo se processa é necessário falar da dopamina. «O mecanismo de validação social implementado via likes e comentários na maioria das redes sociais mexe com os mesmos subsistemas do cérebro que ficam alterados em pessoas viciadas, por exemplo, no jogo ou em certas drogas. Estes subsistemas controlam a produção e consumo de um neurotransmissor chamado dopamina», explica o professor e investigador no Centro de Investigação em Comunicações Aplicadas e Novas Tecnologias – CICANT, da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

Investigadores CICANT Participam no Congresso 50 anos de Estudos do Agenda-Setting

Para celebrar e refletir o importante papel do agendamento nos estudos da comunicação e a sua importância na vida cívica, a Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC), o CEIS 20, e a SOPCOM organizaram nos passados dias 6 e 7 de dezembro, na ESEC, um Congresso dedicado ao debate da atualidade da ideia de agendamento, num tempo marcado por importantes desenvolvimentos tecnológicos, sociais e políticos, no qual participaram investigadores do CICANT.

O programa do congresso está disponível aqui: https://www.esec.pt/eventos/congresso-50-anos-de-estudos-do-agenda-setting/

The New Populism, conducted by The Guardian

Claudia Alvares, an associate professor at Lusofona University in Lisbon, who was not involved in the Guardian research project, said: “The success of such politicians has very much to do with their capacity to convince their audiences that they do not belong to the traditional political system. As such, they are on a par with the people to the extent that neither they nor the people belong to the ‘corrupt’ elites.”

She said social media had a role to play in the rise of populism, its algorithmic model rewarding and promoting adversarial messages. “The anger that populist politicians manage to channel is fuelled by social media posts, because social media are very permeable to the easy spread of emotion. The end result is a rise in the polarisation of political and journalistic discourse.”

Support and Partners

Universidade Lusófona
Universidade Lusófona do Porto
ECATI
FCAATI
FCT
FNAC

Get in touch:

Campo Grande, 376, 1749 - 024 Lisboa | Phone: 217 515 500 | Fax: 21 757 7006